quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Confissões de Uma Idosa Cínica - Parte VI





Quem nunca chocou-se ao ver um casal idoso em atitudes românticas? Porque  para a sociedade em que vivemos, amar é coisa de jovens! Velhos já 'passaram do ponto,' 'tiveram seu tempo,' e ficam ridículos em cenas de amor. 

Ontem, assistindo à minha novela, vi o escândalo que a personagem sentiu ao saber que sua mãe idosa iria passar a  noite na casa do namorado. Antes que ela saísse, deitou-lhe um verdadeiro questionário, como se fosse ela a mãe e a mãe, a filha! Mas a senhora não deixou por menos: pegou sua bolsa e saiu, deixando bem claro que já era adulta e que portanto, não devia satisfações de sua vida.

E quando cenas de amor entre idosos acontecem em público, sempre surgem questionamentos e até mesmo comentários como: "Mas que safadinhos!" "Que ridículo!" Ou até mesmo "Mas que nojo!" Como se pessoas idosas não tivessem mais direito a amar! 

Precisamos deixar claro que estamos vivos, e às vezes, é cansativo lembrar as pessoas o tempo todo deste fato. Precisamos mostrar que ainda somos pessoas adultas e independentes, donas de nossas vidas, que não voltamos a ser crianças e nem ficaremos contentes ao nos recolhermos a um cantinho da casa, fazendo tricô ou assistindo televisão o dia todo. Somos pessoas! Será que é tão difícil assim nos deixarem em paz?

Um dia eu sei que poderá aparecer alguém que balance novamente com as minhas estruturas. E tenho certeza absoluta que a minha família ficará escandalizada com este fato: o de que eu estou viva, tenho sangue correndo nas veias e um coração que pulsa intensamente. Ai de quem fizer algum comentário engraçadinho a respeito disto! Estrei pronta para responder à altura, pois não levo e  nem nunca levarei desaforo para casa. Humpf!

As pessoas se esquecem de que um dia, elas ficarão velhas também. Acham que juventude é coisa que dure, e que velhice é algo que acontece apenas com suas tias e avós. Deixem elas... seu dia chegará, e será tão de repente, que elas nem perceberão; apenas abrirão os olhos, e alguém as chamará de 'senhoras' e 'senhores,' ou torcerá o nariz quando, durante uma conversa de família, elas derem alguma opinião. Haverá aquele silêncio constrangedor, as pessoas se entreolhando e pensando: "Mas quem foi que pediu a opinião dela? Será que vamos ter que escutar suas histórias novamente?" 

E antes mesmo que possam perceber, começarão a ganhar camisolas, peças de roupas cinzas ou pretas, talcos, sabonetes e chinelos de presente de natal. Porque os 'jovens' pensam que estes presentes dizem melhor aos velhos os lugares que lhes cabem dentro de uma casa e de uma família. E se não tomarmos cuidado, logo estaremos ocupando a velha cadeira de balanço, envoltos em chales e linhas de  bordar, e quando as visitas chegarem, dirão às crianças: "Vá cumprimentar a vovó!", o que elas farão à contragosto. E passadas as obrigações sociais, os 'jovens' irão para a sala de estar conversar, esperando que o velho não os siga. 

E quando insistimos em mostrar-lhes que estamos vivos, ouvimos comentários pelos corredores da casa, tipo: "Mamãe não aceita a idade!" Mas isto não é verdade; quem não aceita a nossa idade, são vocês!




5 comentários:

  1. nossa... aplausos sempre. exatamente vc disse tudo , claro que só poderia ser voce a expor com tanta pericia a realidade dos mais idosos no comportamento familiar. é isso aí , absurdamente as pessoas ficam escandalizadas com velhinhos falarem de amor. e como se ja estivessem enterrados vivos. no entanto gurdam os mesmos sentimentos e necessidades, não deixaram de ser humanos, gente que necessita de carinho , atenção , beijos. voce faz muito bem , rss.... a menos q a pessoa não queira mesmo , pq se tiver disposição, idade não é impecilio, afinal estão no mesmo peso na balança ,e curtir um carinho , só faz bem, reanima a vida , brota esperança, e a vida alonga. o amor é sempre milagroso . !! maravilhoso Ana. !

    ResponderExcluir
  2. Achei otima sua colocaçao sobre a velhice... principalmente quando vc diz...
    "Mamãe não aceita a idade!" Mas isto não é verdade; quem não aceita a nossa idade, são vocês!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Ana.. lendo os teus escritos a gente v~e muito que deveria ter mas só vi no programa Silvio Santos.. os idosos com a corda toda aprontando pelas ruas pra pegadinhas eles estão bons rsrs um lindo dia

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana, passei para te desejar muita paz, saúde e felicidade. abraços, fica na paz de Deus.

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar-me. Adoraria saber sua opinião. Por favor, deixe seu comentário.

AS ESTRELAS QUE EU CONEI Capítulo 13

 CAPÍTULO 13 Achei estranho que o sol parecia nunca se por naquele lugar, e perguntei sobre isso. Imediatamente, começou a escurecer, e lind...